Reader Comments

Re: Glicozol Reclame Aqui

by alessandra monteiro (2019-08-04)

In response to Glicozol Reclame Aqui

O Yoga e glicozol foi criado na Índia  e busca conexão do corpo com a mente através de técnicas de meditação, respiração e ásanas (posturas).

A prática de exercicios ajuda a regular os batimentos cardíacos, aumenta a capacidade respiratória, promove o fortalecimento muscular, realinha a postura, melhora a flexibilidade, melhora o funcionamento das áreas relacionadas ao equilíbrio e aumenta a concentração.

E como a Yoga e glicozol pode beneficiar quem tem diabetes?
Há diversos fatores que podem influenciar a glicemia de uma pessoa com diabetes, como alimentação, medicamentos, exercícios aeróbicos, viroses, infecções, período menstrual e stress.

Nas técnicas do Yoga e glicozol e glicozoltais como meditação, respiração e posturas, o corpo experimenta:

a redução dos níveis de stress (menor secreção de hormônios como adrenalina e cortisol),
relaxamento muscular e consequente aumento na irrigação sanguínea dos músculos (aumentando a absorção de glicose pelo corpo)
ajudando a controlar os níveis de glicemia.

Além dos músculos, outros órgãos se beneficiam da prática de exercicios, que dependendo da posição são “massageados” e irrigados como, por exemplo, rins, p'ncreas e extremidades do corpo beneficiando o seu funcionamento e apoiando no cuidado com diabetes.

Glicozol para terceira idade

Pensando nisso, nossa equipe separou 6 posições que você pode fazer na sua casa e quem sabe incorporar na sua rotina.

Sente-se em uma posição confortável com a coluna reta, atrite as mãos até ficarem bem aquecidas. Em seguida traga-as em forma de concha a frente do rosto.
Sinta todo calor e energia das suas mãos em contato com sua face. Comece massageando com as pontas dos dedos a testa, bochechas, nariz, queixo, orelhas, couro cabeludo, pescoço e por fim os ombros!

Essa postura traz maior aquietamento, estimula as terminações nervosas que estão nas mãos e nos dedos. Além de ser um de carinho e zelo pelo corpo.


Sente-se com a coluna reta, pés unidos e joelhos estendidos. Inspire e eleve os braços, alongando ainda mais a coluna. Expire e traga as mãos em direção aos pés, deixando-as onde for mais confortável para você (na altura dos joelhos, tornozelos ou pés). Flexione os cotovelos e leve o tronco em direção as pernas, relaxe os ombros e pescoço.

Essa postura estimula rins e fígado, alonga os músculos da coluna. Aumenta a autoconfiança, a segurança, o poder de decisão e o domínio sobre o corpo.


Sente-se com as pernas estendidas. Leve a sola do pé direito na parte interna da coxa esquerda. Inspire e eleve os braços, gire os ombros em direção ao pé e ao expirar desça braços e tronco. As mãos vão em direção ao pé, sem forçar, deixe a força da gravidade atuar sobre seu corpo. Relaxe o pescoço e leve a testa em direção ao joelho. Respire normalmente e em seguida compense para o outro lado.

Essa postura acalma a mente, estimula rins e fígado.

Reduz a ansiedade e a fadiga. Além de ser terapêutica contra pressão alta e insônia.

Deite-se com as costas apoiadas no chão.

Inspire e eleve o quadril, mantendo os pés paralelos e as palmas das mãos no chão ao lado do tronco.
Contraía os músculos da coxa e abdômen. Se possível, entrelace os dedos das mãos e gire os ombros para dentro. Respire normalmente pelo tempo que for confortável.
Volte lentamente, descendo vértebra por vértebra.

Essa postura ajuda a realinhar a coluna, massageia órgãos abdominais, ajudando a melhorar o processo digestivo.